Método centenário de exercícios

Dinamarquês foi um precursor dos personal trainers de famosos.
Culpa da doença é do próprio doente, é a base moral dos exercícios.

Há 100 anos, uma rotina de exercícios diária de 15 minutos, criada pelo guru do fitness dinamarquês, J.P. Müller, se tornou superpopular, inclusive entre as celebridades da época. E há muita gente que ainda a segue.

A jornalista Sarah Wildman está entre os seguidores e se recorda de, ainda criança, ver o pai e o avô se exercitando, em casa. “Eu me lembro bem do meu pai, de cuecas, com os pés presos embaixo da cama, fazendo abdominais e respirando”.

“Já fazem quase 60 anos que comecei, não todo dia, não religiosamente, como meu pai fazia”, diz o médico Joseph Wildman, pai de Sarah. “Às vezes, faço mais, às vezes, menos, mas várias vezes por semana.”

Sarah afirma que os exercícios de Müller têm uma base moral. “De certa forma, seus exercícios não diferem muito dos atuais, mas ele é muito agressivo ao dizer que, se você adoecer, a culpa é sua, por ser fraco, porque tudo isso está ao seu alcance”, diz a jornalista.

A sequência de atividades físicas de 15 minutos se tornou conhecida quando Müller lançou seu livro, em 1904. O Meu Sistema foi um sucesso imediato, publicado em 25 idiomas, e tirou o autor da obscuridade em que vivia, na Dinamarca, para inaugurar um grande centro, em Londres, o Instituto Müller, frequentado pela realeza europeia.

O escritor Franz Kafka era outro praticante fervoroso de seus exercícios, de acordo com Sarah. Ela conta que Müller defendia o retorno a uma estética grega, o que significava curtir o corpo, saber usá-lo, aproveitá-lo.

Segundo Sarah, para Müller, o medo vitoriano do corpo devia ser evitado: “Ele vivia exibindo o próprio corpo, que era bem cuidado. Em parte, fazia isso por provocação. No início, chegou a ser chamado de pornógrafo”.

A jornalista explica que o dinamarquês criou uma série de exercícios bem compacta, que trabalha a maioria dos grupos musculares e gera bons resultados num curto espaço de tempo. Sarah fala com propriedade, pois voltou à forma com as séries de Müller, após dar à luz o filho de 2 anos. “Foi uma sugestão do meu pai, tive que reaprender”, diz ela.

“A maioria dos exercícios é parecida com o que recomendo no dia-a-dia a quem tem problemas de coluna, como alongar as costas e fortalecer os músculos”, afirma o Dr.Wildman.

Ele diz que as séries para as costas e o abdômen são parecidas com os exercícios padrão de flexão encontrados em qualquer livro sobre a saúde da coluna. Com a vantagem, acrescenta Sarah, de que a sequência é mais compacta do que a ioga e acelera mais os batimentos cardíacos.

Fonte: G1

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: