Início > Uncategorized > Treinamento de Força e Metabolismo

Treinamento de Força e Metabolismo

          O treinamento de força, que envolve o uso de pesos, bandas elásticas, kettlebells ou outras formas de resistência que desafiam seu corpo a trabalhar mais do que ele faz na vida cotidiana, definitivamente aumenta sua taxa metabólica. No entanto, o mesmo acontece com o exercício aeróbios. A diferença é quanto tempo e quanto essas atividades impulsionam o seu metabolismo que realmente tem um impacto sobre sua capacidade global para perder gordura corporal e/ou diminuir o seu peso.

          Vamos entender melhor o metabolismo:

          Primeiro temos a nossa Taxa Metabólica de Repouso (TMR) ou Taxa Metabólica Basal (TMB). Esta é a energia necessária (quantificados em calorias) para manter nosso corpo vivo – o nosso coração batendo, a respiração nos pulmões, etc. O TMB compõe cerca de 60 a 80 por cento da nossa taxa metabólica total. A variação na TMB é devido a diferenças individuais entre as pessoas, os alimentos que nós consumimos, e da atividades realizadas que podem alterar diretamente TMB.

          Segundo, temos o Taxa Metabólica da Atividade (TMA). Quanto mais ativo você for, mais a sua taxa metabólica total será aumentada. TMA inclui todas as atividades que você realiza no cotidiano.

          Terceiro, temos o Efeito Térmico da Alimentação (ETA). Esta é a quantidade de energia gasta para comer e digerir os alimentos e utilizar os nutrientes para criar mais energia.

          Assim, nosso metabolismo, conhecido como o Gasto Energético Total (GET) = TMB + TMA + ETA. Cada componente é diferente para cada pessoa, resultando numa única taxa metabólica.

          O treinamento de força aumenta a nossa GET, elevando a quantidade de calorias gastas na atividade (TMA). Quanto mais intenso for o treino de força, maior a quantidade de calorias que você gastará através do exercício. Por sua vez, se a sua ingestão de alimentos não for muito superior às suas necessidades, você vai perder peso e gordura corporal. Caso seu objetivo é aumentar a massa muscular é importante ter um balanço calórico positivo, ou seja, consumir mais calorias do que perde com o GET.

          Curiosamente, o treinamento de força também aumenta a quantidade de calorias gastas no seu TMB. A razão que faz isso é aumentando a quantidade de massa muscular magra que você carrega e toda busca fisiológica para chegar na homeostase (equilíbrio) novamente, o que requer mais energia para manutenção e reparação dos tecidos.

          O treinamento em si é um stress fisiológico para o organismo, mas veja bem, se feito na intensidade e volume adequado um stress controlado é importante para gozar dos benefícios que o exercício em si proporciona. Antes de realizar o exercício a pessoa esta em homeostase (equilíbrio fisiológico) porém quando começa os exercícios essa homeostase é quebrada e inumeras reações ocorrem para suprir toda demanda metabólica.

          Após o término dos exercícios o organismo começa através de reações metabólicas de recuperação a buscar a homeostase novamente, e isso demanda um tempo proporcionando uma taxa metabólica elevada após os exercícios.

          Tanto o treinamento de força como os exercícios aeróbios aumentarão sua necessidade de energia no momento da atividade, e por algumas horas depois, quando os mesmos são realizados com a mesma intensidade.

          No entanto, o treinamento de força é o único que se você executar várias séries de um peso desafiador pode manter a taxa metabólica depois da atividade elevada por 24-36 horas. Essa energia gasta depois do treinamento é conhecido como EPOC (excess post-exercise oxygen consumption  ou consumo de oxigênio em excesso pós-exercício).

         Em geral, o treinamento de força pode aumentar o seu metabolismo, mas tem que ser mais desafiador do que as atividades que você faz todos os dias. Os exercícios devem ser realizados com intensidade, na zona de desconforto, para que realmente você consiga otimizar o treino e os benefícios. Você não pode esperar que halteres de 3kg irão fazer muita diferença para a sua taxa metabólica se quando você for carregar seus filhos eles pesarem mais, ou seus sacos de supermercado são mais pesados​​. Seu corpo precisa se lembrar que a musculação exige “força” para que você possa realizar atividades cotidianas em conformidade. Caso contrário, seu organismo não vai começar o desafio que ele precisa para construir músculos, ganhar tonus muscular e perder gordura e se sentir melhor em qualquer roupa – e é isso que todos nós estamos procurando, né?

          Portanto, o treinamento de força só irá trazer benefícios para todos…e mulheres não fiquem com receio de aumentar a carga dos exercícios que vocês não irão ficar musculosas. Treinem sempre com intensidade porque esse aumento só irá ajudar a ganhar mais tonus muscular e proporcionará um aumento do seu metabolismo favorecendo a queima de gordura.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: